segunda-feira, 11 de novembro de 2013

No dia de S. Martinho

Pelo menos nos anos em que morávamos em Lisboa, invariavelmente ao final do dia a minha mãe ia comigo passear pela baixa, ver as lojas, passagem obrigatória pela extinta Quermesse de Paris (raramente trazíamos de lá alguma coisa, mas para mim só entrar naquele mundo de brinquedos já era um sonho) e o nosso magusto. Castanhas assadas na hora para mãe e filha.

E que orgulhosa que eu andava com o meu cartuxo em punho, feito com papel da lista telefónica, a deliciar-me com as minhas belas castanhas. Lembro-me tão bem, e tinha os meus 3/4 anos...

Não vou para a baixa com a minha pequenita (não que ela não mereça) mas com esta constipação, ia custar-me a mim e a ela, e ainda ficávamos pior; vou aldrabar um pouco a tradição, fui ao Pingo Doce comprar um saco de castanhas congeladas, chegamos a casa, vão ao forno com sal e ficam formidáveis.

Um suminho a fazer de conta que é água pé, e lá vamos nós fazer o nosso magusto.



1 comentário:

Pretty in Pink disse...

O que interessa é a intenção =) E a companhia claro ;) Por isso aposto que o teu magusto foi óptimo =D

Boa semana :))

Beijinho*