quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Acordei com um ligeiro estrondo

Ao que se seguiu a minha criança a chorar e a chamar por mim; lá fui eu a correr e dei com ela sentada em cima da cama, bem lá no cantinho.

Fiz contas de cabeça e cheguei à conclusão que não podia ter caído da cama, pois o tempo que demorei entre ouvir o estrondo e entrar no quarto dela foi ínfimo.

Mas que raio....

Bem, depois do choro da praxe e dos miminhos, lá me disse que tinha batido com o nariz na parede; não sei como conseguiu tal proeza, mas apanhei um susto.

1 comentário:

Xica Maria disse...

Estes miudos :P sempre a fazer proezas perigosas!