sexta-feira, 15 de novembro de 2013

É por isso que este país está assim

Num dos meus trajectos diários, reparei há cerca de 2/3 dias que um poste de electricidade, daqueles robustos em cimento tinha levado traulitada tal, que está bastante danificado/carcomido sensivelmente à altura do meu joelho ou pouco mais e com uma inclinação considerável com grande tendência a ruir para a estrada.

Na 2ª vez que por lá passei, olhei com mais atenção e concluí que a coisa está mesmo periclitante; o que faz um cidadão preocupado com a sua segurança e dos demais!? Denuncia.

Liguei para a protecção civil, naquela base de que mesmo que não fosse do pelouro deles, que reencaminhassem; pois que chutaram para outro sítio porque não é com eles.

Então a probabilidade de um poste daquele tamanho cair em cima de uma ou mais viaturas e matar alguém na via pública não vos faz sequer reencaminhar esta informação, porque eu tenho mais do que fazer!? - ok.

Segunda tentativa - linha de apoio da EDP; também não é com eles; à terceira, lá liguei para a linha das avarias novamente da EDP, lá registaram a ocorrência e que assim que lhes fosse possível enviariam uma equipa para apurar os danos e a perigosidade da situação.

 - Mas pensam enviar quando, já que o assim que possível não é muito claro para mim e a situação está mesmo perigosa.

A contestação, ainda que com todo o profissionalismo e cordialidade foi a mesma - que não previa quando, mas que me garantia que o mais breve possível.

Hoje, voltei a passar pelo mesmo local, ou é impressão minha, ou o poste ainda está mais inclinado para a via do que ontem, os blocos de cimento desintegrados e a parte de ferro que compõe a estrutura completamente descarnada.

Depois daquilo cair em cima de alguém é que se vai actuar?

Enfim, sem comentários.

Sem comentários: