terça-feira, 1 de setembro de 2009

Ontem à noite

tive finalmente um serão a relembrar os meus (nisso) bons velhos tempos.

O início do meu serão, por razões pessoais é cada vez mais tardio, pelo que diariamente só se me afigura o merecido descanso já a noite vai longa e por isso e outros motivos menos positivos há tempos que tinha deixado de fazer o que me causa paz e tranquilidade.

Acabar o meu dia de trabalho e dedicar-me aos prazeres da leitura; já estava a fazer-me uma falta enorme, já me sentia a embrutecer e passo a expressão, a "estupidificar". Mas parece que estava sem a mínima coragem de pegar num livro com o afinco que sempre me caracterizou.

De facto o nosso estado de espírito, a paz ou a guerra em que vivemos, modifica no seu todo a nossa atitude perante a vida, perante os nossos tempos livres e de lazer.

E eis que, tal como em muitos outros aspectos, estou a retomar a minha rotina, fazer tudo aquilo que me dá mais prazer, estar e conversar com aqueles que, nalguns casos apesar da distância física, estão sempre por perto, enfim, as boas influências que tenho e sei que sempre terei.

E está a ser muito bom redescobrir estes prazeres...

3 comentários:

Unknown disse...

quando nos lembramos dos que nos faz feliz é tão bom ´faz-nos ter um sorriso nos labios

Unknown disse...

Uma das coisas que nunca abandonei mesmo nas piores alturas da minha vida foi a leitura.
Aliás não consigo imaginar a minha vida sem o prazer da leitura, penso que é mesmo o meu único e maior "vício"!!!
Outra coisa que também sabe muito bem é dedicarmo-nos a nós próprios, por vezes temos de ser um pouco "egoístas" e pensar mais em nós...
Beijo

Unknown disse...

Obrigada pelas palavras e por teres ido ao meu cantinho e tenho uma novidade hoje vou sair depois conto tudo logo á noite

beijinhos