Avançar para o conteúdo principal

José Saramago - Coincidências

Foi-lhe atribuído o Prémio Nobel da Literatura em 1998, ano em que perdi a minha avó.
Faleceu exactamente há 8 anos, estava eu gravidíssima da minha filha, com uma amiga a tratar das matrículas da filha dela, olho para a televisão que estava ligada na secretaria a dar esta notícia.

Há coisas que por muito banais que possam parecer, para nós têm sempre correlações brutais. Ou seja, se algum dia for a um qualquer concurso que ponha à prova conhecimentos gerais, estas datas estarão sempre presentes na minha memória.

Todos nós temos uma veia de Slumdog Millionaire!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Quem me Leva os Meus Fantasmas"

Tive oportunidade de ver há dias uma entrevista com o Pedro Abrunhosa (músico de que gosto bastante pela sua atitude e mensagens que passa) em que ele dizia que as suas músicas/letras são o reflexo das suas catarses, de situações que o perturbam, ou que lhe agradam e que ele tem que extrapolar para o exterior. Achei engraçada a analogia, pois com o sentido de humor que lhe é característico refere que é uma maneira de não perder tempo e dinheiro a ir ao Psiquiatra, entretém as pessoas e ainda lhe pagam para isso. O filósodo Lou Marinoff, brilhante também, como forma de evitarmos a cadeira do analista propõe-nos "Mais Platão, Menos Prozac". Concordo com ambos. E aqui deixo uma letra fabulosa de Pedro Abrunhosa, que transmite muitas das certezas e incertezas da minha existência, e foi também a seu tempo a banda sonora de eleição de uma anterior relação por mim vivida. Quem Me Leva os Meus Fantasmas "Aquele era o tempo Em que as mãos se fechavam E nas noites brilhantes