sábado, 11 de fevereiro de 2017

O exercício da autoridade parental nem sempre é fácil

E minha sócia está numa fase de medição de forças sem precedentes; até aqui era mais fácil controlá-la, mas desde que se embrenhou na verdadeira selva que é o ambiente escolar, em que se depara diariamente com todo o tipo de criatura e educação (ou défice dela), começa a ser um constante teste à minha paciência, presença de espírito e auto-controlo controlar a emissão de berros da minha boca para fora.

Adoptei a estratégia de lhe dar 2 hipóteses de aceitar um Não; ainda por cima eu sempre lhe expliquei os porquês e os mesmos fazem sentido, não digo que não porque me apetece chatear a miúda!

Pois que à 3ª já não é um Não que me sai, mas sim um Isto é uma ORDEM. Acabo de proferir a frase, viro costas para já não dar direito a contra-argumentação.

Tem funcionado, mas algo me diz que até esta estratégia tem os dias contados.

Karma is a bitch! - sim cara Sra. D. Minha Mãe, sei que nisto, estou a pagá-las. Contestatária, obstinada e contra-argumentativa como eu tão bem soube ser.

Sem comentários: