quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Do mais arrepiante que li até hoje - Pobre Gisberta :(...ou a falta de limites para a maldade humana!

http://observador.pt/especiais/gisberta-10-anos-diva-homofobia-atirou-fundo-do-poco/

1 comentário:

Anouk disse...

Isto de "não fui eu que te dei um estalo, foi a minha mão" acaba quando?

Ler a notícia só me lembrou d' O Deus das Moscas.

Ainda estou chocada com o facto de isto ter sido cá. Fogo, e a senhora grávida de 4 meses que teve de passar pelo suicídio do marido. Uma tragédia dentro da outra. Que triste.

Ninguém vive para o momento que a Mãe da Gisberta viveu.
Quem me dera ter uma máquina do tempo. Quem é que merece uma morte assim? Ninguém.

Vou mas é apanhar vento na cara.