segunda-feira, 15 de junho de 2015

"Restless"

Quando uma pessoa devia ver e rir com comédias, aparecem estes filmes que nos prendem do princípio ao fim, e eu tenho uma certa tendência para dramas, porque são os que mais nos fazem pensar.

Por vezes tento fugir-lhes, mas ontem, num zapping pela noite dentro, aparece-me este filme que me prendeu, impressionou, arrepiou, por tudo, por todos os sentimentos e a forma como aqueles personagens os viveram.

Há por aí pessoas que se deviam cultivar com estas estórias, que podem ser tão nossas...


Sem comentários: