terça-feira, 10 de março de 2015

Hoje assisti a uma cena memorável

Mas pelas piores razões.

Primeiro "estranhei", a coisa não chegou a "entranhar" (obrigada pela inspiração Sr. Fernando Pessoa), e depois tive que averiguar se havia pontos de fuga, ao mesmo tempo o risco...porque estava alguém comigo que precisava da protecção da minha asa.

O "risco" era mais espalhafatoso do que outra coisa, mas dali podia ter surgido um episódio muito desagradável, perigoso até.

Mas uma pessoa (eu, pelo menos) mantém a calma, é o melhor. Com a descompressão vem uma inusitada vontade de rir!

Sem comentários: