segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

As árvores morrem de pé

Eu gosto do homem, pronto. E continuo a repetir que, se cometeu os crimes que lhe são imputados, terá que cumprir a sua pena....mas gosto dele na mesma.

E este ar tão característico, a educação perante os demais e o sorriso, por muito que lhe custe...


Sem comentários: