sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

"A minha mamã faz um chá e tu ficas logo bom da gaganta!"

A inocência tem destas coisas.

Tenho um vizinho que acha um piadão à minha Bébécas e não há dia que a veja, que não se meta com ela.

Ela lá se arma em importante, mas sempre que vê o vizinho, lá sabe que é para a brincadeira e faz o seu charme.

Há uns dias estranhei o senhor ter passado por nós e não se ter metido com ela, mas as pessoas por vezes têm dias menos bons, ou vão a pensar noutra coisa...enfim, sucede-me tanta vez; embora ela tenha acusado o toque, lá lhe expliquei que decerto o vizinho não a tinha visto.

Ontem, estávamos a preparar-nos para entrar no prédio, lá vem o vizinho e instintivamente os meus olhos foram parar ao motivo para "não meter conversa" - uma traqueotomia :(

Lá tentei comunicar com ele, ainda está na fase em que tem que aprender a emitir sons com aquele apetrecho, e não consegue...gestualmente lá me explicou que o tabaco em excesso lhe originaram um cancro, e teve que fazer aquela intervenção em consequência da doença.

A minha filha muito espantada, lá lhe perguntava porque é que o vizinho não falava com ela - lá lhe expliquei que ele tinha um dói-dói na garganta, ela lá viu o penso e o tubo e saiu-se com esta:

 - "Olha, vais lá a minha casa, a minha mamã faz-te um chá e ficas logo bom da gaganta, vais ver!"

Apesar de tudo, foi enternecedor!

Sem comentários: