quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Quando chora

fá-lo a plenos pulmões e já me conseguiu "embaraçar" umas quantas vezes; é que não há ameaças, nem tão pouco preparações prévias...quando é para chorar é mesmo para valer, com os decibéis ao rubro.

Apraz-me que o faça apenas para exprimir a sensação de fome e que quando tal é saciada se torna na bébé linda e simpática que é.

E ontem deu-me um grande presente - a sua primeira gargalhada. Fiquei deliciada e muito feliz por ter partilhado esta novidade com a mamã.

Sem comentários: