sexta-feira, 23 de maio de 2008

Dias Difíceis

Contrariamente ao exemplo de Samuel Beckett na sua peça "Dias Felizes", posso dizer que estes últimos dias têm sido no mínimo difíceis.

Há dias assim, semanas assim...parece que tudo à nossa volta teima em correr mal, e das poucas coisas que correm bem, temos a capacidade de as estragar e destruir.

Olhamos à nossa volta e parece que tudo o resto está ao contrário, com valores e normas diferentes dos nossos. Começo a concordar que as catástrofes naturais por esse mundo fora baralham completamente o nosso ecossistema interno.

É o cansaço, a desmotivação e acima de tudo a necessidade de umas grandes férias que estão a falar mais alto.

Como as férias ainda são uma miragem, resta aproveitar o fim de semana que se avizinha e aproveitar ao máximo os sempre bons momentos entre amigos (se se proporcionar) e com o P (sempre).

1 comentário:

Unknown disse...

Tens de ter calma e paciencia, a vida é mesmo assim uns dias melhores outros piores, o mais importante é adaptarmo-nos às situações e não deixar que elas nos mandem abaixo, por isso nada como um sorriso nos lábios, cabeça erguida e "vamos a eles!!!"
Não te deixes ir abaixo e se necessário apoia-te nos amigos, mas só tu é que tens o poder de vencer todas as adversidades.
Beijo
Pipas