Avançar para o conteúdo principal

O meu pequeno jacaré, que por vezes tem tiques de lagartixa

Como dizia o outro, e deve ter sido a coisa mais acertada que disse em toda a vida, "quem nasce lagartixa, nunca chega a jacaré"; não há dúvidas de que a minha filha, tendo nascido de um jacaré, jacaré é, mas, não nos podemos esquecer que os processos de socialização têm coisas boas e más, e por vezes, tende a pender um bocado para o chinelo, e tem comportamentos medíocres...de lagartixa.

E cá está a Mãe Jacaré para colocar a miúda no devido lugar, para que daqui a uns anos, seja uma mulher com M e com classe.

Pois que no outro dia recebi um email da Escola de Natação, com as directrizes para a nova época desportiva, data de início, professores atribuídos, etc.

E digo-lhe assim:

"Olha, as aulas de natação começam na próxima segunda-feira, e já não vais ter a professora Bianca, porque subiste de nível, por isso, vais passar a ter o professor Frederico."

Responde a catraia:

"Quem?"

E eu:

"O professor Frederico"

Olha para mim de soslaio, e do alto da sua pequenez anui:

"Ahhhhh, o Fred!"

Juro que julguei estar a ter um pesadelo, pelo que desta vez, quem repetiu a pergunta, fui eu.

"Quem??"

E ela:

"O Fred!"

Ave Maria, cheia de graça...dizia eu para os meus botões em jeito de oração.

Depois lá veio a tacada de Mãe Jacaré megera.

"O Fred?? Mas por acaso andaste com o professor Frederico na Faculdade de Motricidade Humana? É da tua idade? Mas que falta de respeito é essa?"

E ela:

"Oh mãããeeeee, toda a gente o trata por Fred!"

"Pois é filha, mas tu não és toda a gente e eu não quero que o trates por Fred. Para ti é professor Frederico, porque para ti ele é o professor, não é o teu colega do jardim de infância."

Se há coisa que me irrita profundamente são faltas de educação e de não se saber o lugar que se ocupa. Eu percebo, claro que sim, mas se os miúdos não forem ensinados desde tenra idade, crescem autênticos energúmenos e pessoas sem sumo, sem nível, e a minha cria de jacaré, por muitos estímulos do exterior que tenha, jamais pode descer ao estatuto de lagartixa.

E com isto lá lhe expliquei que ainda hoje continuo a tratar todos os meus professores com quem ainda mantenho contacto, sejam eles da Primária, Liceu e até Faculdade, por Professor. Nunca vou estar ao nível de quem foram os meus mentores ao longo da vida e creio ser uma grande demonstração de respeito manter, após estes anos, e com tantas ou mais aptidões académicas que alguns deles, a deferência, a admiração e o lugar de discípula grata por tudo o que com eles aprendi.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Já começo a sentir o cheiro a férias...

Embora esteja a braços com uma bela gripe de Verão; antes agora, do que daqui a uns dias.

E ela a dar-lhe

"Mãe, aquilo é uma cobra cabelo"....e eu comecei a imaginar como seria cómico se existisse uma cobra cabeluda!

Quando me levam a miúda e só para me chatear partilham a prova do crime

 A vingança serve-se em bom. Aguardem-me, pestes!