Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2014

Aqui ainda se compram acessórios de Inverno para a pequena

Está frio, e por mais que se veja coisas coloridas e fresquinhas, não consigo largar casacos e sobretudos e a minha pequenina sai toda enchouriçada. Como sai à mãe e adora cachecóis e lenços, hoje comprei-lhe este miminho, é uma delícia:

A minha filha olha para os meus pés/sapatos e constata:

 - Hoje estás de saltos muito altos mamã, não me podes levar ao colo pelas escadas!? Tenho dias em que com sacos de compras e afins se perfila difícil, mas noutros, a vontade em tê-la ao colinho é tanta, que me descalço, o belo do sapato vai na mão e a criança ao colo. Os vizinhos devem rir-se com as minhas figuras, mas não há muitos anos atrás também o fazia depois de uma noitada no Tamariz, BBC e afins - só não  trazia uma criança ao colo, mas os sapatos...

Definitivamente a minha irmã ainda não domina o idioma "Bebês"

Ontem a Bébécas toda contente a cantar a canção dos elefantes e chegou à parte gira: "2 Elefantes távam a saltáli numa tana de anana". E a tia nada; encolhia os ombros, perguntava-me o que era aquilo e eu a curtir que nem uma louca. Sim, lembrei-me da figura que eu fiz  há uns anos na Madeira quando o senhor do quiosque do Bolo do Caco me perguntava "qué suime"* e eu não percebia nada e quem estava comigo ria-se a bandeiras despregadas e eu já irritada dizia ao senhor que não queria nada e ele insistia e aquilo foi um filme. Coitadinho, o senhor apenas me perguntava se eu queria Sumo, e lá bebi uma fantástica Brisa Maracujá. Quando não percebemos, fazemos todos a mesma figura. No caso da minha filha, parece-me óbvio que os elefantes estavam a saltar numa teia de aranha - eheheheheh, mas a tia não chegou lá. É só rir.
Andámos ambas com os horários meio trocados hoje, é normal...e a miúda passou o dia agarrada a mim. É normal o facto de ser uma meiguice pegada, mas de tanto, estranhei. Agarrou-se ao meu pescoço, e até para cozinhar me vi e desejei. E quis pentear-me, pintar-me....quis sair, mas hoje não deu mesmo; estava frio e estive naqueles dias em que tão pouco me apetecia pegar no carro e levá-la a passear. Meter-me numa sala de cinema, tão pouco me estava a apetecer. Resultado, o quarto dela mudou-se para a sala, e andámos as duas a brincar. Este mês começou uma nova rotina para ela, passou a ir aos domingos de 15 em 15 dias passar o dia com o progenitor; questiona-me certas coisas, às quais nunca fujo a uma resposta, fala de quando em vez na meia-irmã que conheceu, coitadinha, para ela é uma novidade, e pasmei-me quando me pediu um mano/mana. Frisou mesmo que podia ser um mano - mal sabe ela da minha vontade em ser mamã também de um rapaz, mas agora que sou mãe de uma pequena lady, n

Mais coisa menos coisa e o Dia da Mãe está aí

A minha filhota acerta sempre, vá-se lá saber porquê; no ano passado foi o ferro da Rowenta com caldeira que andava a namorar. Agora, o que será??? Duas ideias :)  Relógios, sapatos e malas são uma perdição de consumismo puro e egoísta. Mas uma pessoa não é de ferro, e um modelo do Michael Kors já me anda a assombrar há muiiiito tempo; os sapatitos da Cristina Ferreira para a Hush Puppies também não são mal vistos. Ai ai, enquanto por se sonhar não se pagar imposto, eu sonho, a dormir e acordada.

O melhor Gestor de Conta do Mundo - o meu - CGD

Passo a publicidade; para além de continuar a ser para mim o melhor banco e a instituição bancária na qual mais confio desde que em 1995 abri a minha conta Caixa Universidade, nunca me deixou ficar mal...muito pelo contrário. A Banca é um negócio, em que o grande "lesado" é sempre o cliente, mas sinto que sou tratada não como um número, mas como uma parceira e se o negócio que eu penso ser positivo, não o for, são os próprios que me dizem, "não faça isso" - quando para eles poderia ser um furo! O meu gestor de conta então...não tenho palavras; é atencioso, um amor, profissional, super educado...e um bom gestor de conta, de facto. De vez em quando lá lhe falo que gostaria de mudar para a CGD o meu crédito à habitação, obviamente não é a melhor altura, mas o NÃO dele é veemente. Não tenta encontrar alternativas, diz-me, eu sei que quer pouco com os senhores do Santander, e sei porquê, mas deixe-se estar...lá para 2016 falamos...aplicações, depósitos, cartões, semp

O máximo, melhor não diria

Tirem-lhe lá a barba...e dava uma bela mulher

É que até as mãos do homem são bonitas...

"Ábi Guade"

Mamã, quero bolachas dos "ábi guade"! Eu percebi onde ela queria chegar, mas ouvi-la repetir e repetir deixou-me quase sem ar. Queria apenas as bolachas dos Angry Birds que lhe comprei no outro dia.
E neste fim de semana muda a hora, eu continuo cheia de frio e já me está a complicar com o sistema nervoso, a minha filha anda numa agitação que só visto....e estou quase de férias :) Yupiiiiiiiiiii!!!!!!

News about IRS

Pois que experimentei hoje de manhã e os tipos já tinham desbloqueado a entrega da declaração no portal; já tinha a papelada reunida e somas feitas, cheguei a casa, a criança caladinha a ver o Disney e eu de Finanças. Está entregue, aguarda validação...quanto ao reembolso, a simulação não foi propriamente desagradável, mas só acredito quando vir...

Orçamentos

Pedi agora um orçamento para uma obra de manutenção que me urge fazer; é algo que de 5 em 5 anos tem que ser feito, já lá vão 5 anos e 3 meses e não quero esperar muito mais, para depois não ter um orçamento ainda pior. Ah, e tal, conta aí com uns 400€; custa. Gosto de ter as minhas coisas em ordem e cumprir com o que as marcas aconselham, mas o dinheiro a sair da carteira tem sido uma constante nos últimos tempos e começo a dar comigo a dizer não à minha filha exactamente por isso - o dinheiro não me chega para fazer face a tudo. Por isso estou com expectativa/receio face ao que o IRS me reserva este ano; conta do IMI para pagar, esse tal orçamento dos 400€, a cadeira nova que tenho que comprar para o carro para a minha filha, uma série de aniversários agora em Abril, e as receitas escassas. Enfim, viver um dia de cada vez...
Tenho as mãos enregeladas por ter estado a estender mais uma máquina de roupa; está um frio, que não esteve durante muitos dias do inverno passado. Começa a ser demais, o nosso sistema nervoso também não está preparado para tanto. Farta de casacos, botas, meias....

Ahahah

Ahahah, quando era eu a criança/adolescente até estremecia e ainda hoje quando a minha mãe me trata assim, sei que vem de lá estrilho. A minha filha é mais refinada, responde-me assim:  - Eu não sou isso, o meu nome é Princesa Ana Isabel - no comments! Todas as semanas temos uma identidade nova, portanto esta semana virou Ana Isabel - quer dizer, princesa se faz favor!
Parte das somas do IRS de 2013 já estão feitas e até fiquei "doente" com o montante das despesas de saúde minhas e da miúda e as despesas de educação. É assim que o nosso dinheiro se vai...os senhores ainda não desbloquearam o acesso para a entrega da declaração; no ano passado ainda o consegui submeter em Março, fui das primeiras pessoas a receber o suado reembolso, vamos ver este ano se haverá reembolso....até tenho medo :(

Insónia

Anteontem foi a minha irmã e eu fartei-me de "gozar" com ela - com 25 anos, sem grandes problemas para resolver e com insónias....bahhhh. Pois a noite passada, eu que onde me encosto sou capaz de dormir, andei às voltas e voltas e nada...e sentia a boca e a garganta secas, parecia que me ia dar qualquer coisinha má. Quando começava a querer pegar de facto no sono, a minha filha gritava com pesadelos; lá ia eu; depois era porque tinha perdido a "Naínhas" e assim sucessivamente...resumindo, se pudesse ia agora ali até à Sala de Well Being do escritório, encostava-me no puf e ia ser uma bela soneca.

Confesso que entendo, e não consigo entender...mas depois, volto a entender...

O misto que é a incerteza; no fundo no fundo, creio que ninguém acreditava que o avião malaio iria aparecer do nada, com os 239 passageiros vivos e escorreitos... Não era possível, o avião colapsou caiu, desapareceu....e aquelas pessoas partiram para outra dimensão com ele. Está claro. Mas para aquelas famílias havia um rasgo de esperança, a incerteza por vezes faz-nos crer em milagres, em algo metafísico que poucos conseguem explicar. A notícia caiu para eles como uma bomba - está confirmado, o avião caiu e não há sobreviventes. É o fim da esperança, mas o início do luto...um luto difícil, acredito, porque depois falta a matéria, o corpo, a verdadeira despedida...e mais uma dor...terrível, dilacerante. Certas coisas apenas as poderá entender quem passou por elas, e que Deus mantenha a ignorância de passarmos uns por umas coisas e outros por outras - começo a acreditar que o sofrimento que nos é imposto o é, porque Alguém sabe de antemão que o conseguimos aguentar...alguns nã
"Óh mãe, sabes como é que os ratos chamam-se?" Acenei que não...pensei que ia dizer mouse. "Os ratos chamam-se Micas". ...sem comentários :)

Tenho uma amiga

Cuja história de vida é muito complexa. Conheço-a há anos, as nossas mães eram amigas...mas os nossos percursos são completamente distintos. O sofrimento não se quantifica, mas comparando-me a ela...ao que já sofri, aos problemas que tive...e aos problemas que ela continua a atravessar...mantém um brilho no olhar e um sorriso. Tem mais 3 anos do que eu, a certa altura não lhe apeteceu estudar e tem para aí o 9º ano; sucederam-se empregos precários até hoje; nisto, ficou viúva aos 24 anos, perdeu o único irmão uns anos depois, tem problemas graves de saúde que lhe fazem gastar fortunas mensais em medicamentos e cremes para a pele, já perdeu os avós, a mãe, o pai, não pode ter filhos, e mesmo que pudesse não tinha condições para tal...enfim, neste momento ela não tem ninguém com quem partilhe laços de sangue, anda às aranhas com heranças e situações pendentes que os pais deixaram, está numa situação mesmo muito difícil...e sorri. É extraordinário como ela sorri e mantém aquele br
...toda atravessada na cama a minha criança, e hoje um revés no desfralde nocturno...mother's fault. Foi um fim de semana tão preenchid, estamos tão cansadas, que vou deixá-la dormir traquilamente, caso contrário ia ser birra madrugada fora...amanhã retomamos. ....mas não tem estado a correr lindamente, de todo.

Do dia de hoje...

O pobre do Bambi virou pónei, viu muitos patinhos no Jardim da Estrela e visitou a Basílica onde a mamã foi baptizada:
Divirto-me imenso nas minhas aulinhas de Oxford Institute...a pessoa desemperra mesmo, e o meu professor irlandês é demais. Hoje, no contexto de uma conversa introduziu a palavra "ought" - confesso que nunca tinha ouvido a expressão, ou se tal aconteceu, passou-me ao lado, mas dado o contexto percebi o que queria dizer. Os meus colegas ainda não estavam com o ouvido bem para aquele lado, estavam a confundir com "hot" e sai-me a frase do dia:  - Trevor, it's like bought, but without the b , isn't it? LOL, very smart, he said. Foi o momento do dia :)

Dei à luz uma visionária

Hoje de manhã, que como todas as manhãs são uma correria desenfreada, finalmente conseguimos sair de casa, tranquei a porta e já iamos do 2º para o 1º piso e ela implicativa e chatinha a insistir que queria levar o guarda-chuva; óh filha, não está a chover, não sejas chata, a mamã tem que se despachar. Começa a abrir a goela e chegada a uma sexta-feira de uma semana como todas as outras, naquele momento preferi voltar a subir as escadas e ir buscar o dito adereço de moda - deixo a parte de educar para amanhã, hoje estou(ava) exausta. Aquele guarda-chuva é uma paixão; oferecido pela avó, com a Minnie e o nome da Bébécas bordado - haja avós para lhes fazerem estes agrados. Não vi a meteorologia, nem para isso tenho tempo, achei que era um perfeito disparate. ...bem, tenho que dar a mão à palmatória e quando a fui buscar lá fui com o meu guarda-chuva, e o dela, debaixo do braço. Constatação do pigmeu:  - Vês mamã, eu te disse te  que estava a chovêle!

Paga e não te queixes....

Será que se eu disser que vou abrir falência pessoal, a coisa pega!?

"...what else?"

Para mim que sou uma apreciadora de café sui generis, quer dizer, tenho dias, estou apaixonada por este aroma: Já a minha mãe é fã incondicional do Kazaar...forte que se farta!

E a propósito do avião malaio desaparecido

Começa o fenómeno dos "avistamentos" mais ou menos surreais. Ora é fulano A que descobriu os destroços através do google, ora é Sicrano que jura que o avião aterrou e está sequestrado (não sei bem o que é que as pessoas estarão a comer passados estes dias), ora se cria novo Triângulo das Bermudas, ora pura e simplesmente colapsou na atmosfera...e os telemóveis tocam e ninguém atende. E as famílias em desespero porque no meio da dor e da incerteza ainda têm a ínfima esperança de que o dito aparelho não caiu...enfim...

Parece que herdou o gosto pelas letras

Vai escrevendo palavrinhas aqui e ali, impera sempre o nome dela, mas já me presenteou com mais duas; qualquer papel que apanhe, começa a escrever e vai aperfeiçoando a primitiva caligrafia. Se sinto orgulho, sinto, so what!? Tem sido um trabalho enriquecedor mas muito cansativo e quando criamos os nossos filhos sozinhas temos sempre aquele peso de que, qualquer falha nos vai ser imputada. Bullshit! Em igualdade de circunstâncias até concordo, agora com uma discrepância de 95% para 5%, era o que faltava... A avaliação dela encheu-me de orgulho também; não sou nada destas coisas de testes de QI, nem nada...quanto menos se mexer, melhor, mas parece que a miúda tem características acima da média para a idade dela...é verdade, eu exigo um bocado dela em termos de raciocínio, de lógica, de perfeccionismo...talvez tenha que abrandar...mas ela absorve, apreende e dá-me gozo que ela me dê luta, pergunte, argumente e questione...respondo, nunca a deixo sem resposta. Por outro lado recei

Hoje de manhã

Na rotunda grande de Carcavelos dou com um carro virado ao contrário e em péssimo estado;dei comigo a pensar...mas como é que aquela criatura conseguiu naquele sítio uma obra daquelas!? Fez-me lembrar as brincadeiras dos rapazes há uns anos atrás, com os carrinhos e as pistas em montes de areia e depois umas capotagens aparatosas.
Estou cansada, cansadíssima. Esta nova rotina de acordar de 2 em 2 horas para pôr a minha menina a fazer xixi já está a dar cabo de mim. E ainda não consegui uma noite em que não tivesse feito nada na cueca...não está fácil.

As "vitamininas"

Faço algumas paragens, mas tenho alturas em que sinto a necessidade dela em tomar reforços vitamínicos; para ela é uma alegria, é doce, mas a minha preocupação vai muito além do que gosta ou não gosta. O Absorvit com óleo de fígado de bacalhau é excelente e acho que tem sido uma grande ajuda neste Inverno:

E ainda acerca do significado do dia de ontem

Liguei hoje ao meu padrasto, para lhe desejar um bom dia do "pai" (drasto). Não me fazia sentido tê-lo feito ontem, era o dia das filhas o fazerem, mas sei que dos três filhos que concebeu (nunca esquecerei o Nuno que faleceu num acidente brutal aos 11 anos e que já teria 40 se tal fatalidade não tivesse acontecido) acabei por ser eu, a enteada a que mais beneficiou dele. Não foi pai, nem fez as vezes do meu pai; foi muito mais do que isso; foi o amigão, que me assumiu como se filha dele fosse, mas de uma forma suave, com pó de estrelas. Não era a figura autoritária que um pai deve ser, cultivava-me a fase em que queria roupas e calçado de marca...e aí entrava em rota de colisão com a minha mãe, o caldo entornava....mas eu saía sempre a ganhar. Tinha orgulho em mim, e fazia questão de o demonstrar, desde os meus mais ínfimos sucessos, até à conclusão da minha formação académica...repito, não soube ser um bom marido, nem tão pouco um bom pai para os filhos, mas foi o mel
O Honey foi operado pela 2ª vez em pouco mais de dois meses; não era de prever, supostamente ficaria bem à primeira, mas isto de se partir osso propositadamente é algo que de facto não me agrada. E o Honey, como a maioria dos homens é piegas, e estava exaurido de nervos...disse-lhe que podiam acontecer 2 coisas: ou acordar do lado de lá e ver a luz (e era uma passagem santa para o outro lado) ou...acordar meio dopado, a sentir-se bem e apenas umas horitas depois umas dores brutais, mas normais em qualquer cirurgia que implique partir e reconstruir osso. Parece fácil, não é...mas alimentar pieguices não é a minha praia. E digo-lhe, havias de parir, estar ali com dores quase 2 dias e duas horas em expulsão, com fórceps e tal...morrias....e as dores que sente quem tem cancro que, ao que sei, ultrapassam todos os limites!? ...enfim, esperemos que desta vez fique resolvido, caso contrário não sei quando lhe parará a neura...e a nossa Bébécas cheia de saudades do seu amigão.
Demais...o pessoal amigo a desejar-me um Feliz Dia do Pai; ok, até estou de calças e acumulo funções e já recebi um montão de beijinhos queridos de manhã...a vida tem destas coisas.

Acerca do dia de S. José

Lembro-me que há 4 anos atrás, estava eu grávida da minha filhota e para além de lhe ter oferecido um miminho (porque no meu coração já seria aquele o seu primeiro dia do Pai), mandei-lhe uma mensagem cá ao meu modo a dizer entre outras coisas que "já era o melhor pai do mundo". Irónico, porque já naquela altura não o era, embora eu desconhecesse tudo o que se passava nas minhas costas e o que ainda estaria para vir. Ela não percebe, um dia e a seu tempo saberá e tirará as suas conclusões, não me cabe a mim tal tarefa, pois neste momento a minha missão de mão ocupa-me mais que as 24 horas que o dia proporciona. Mas o significado do sentimento, não vem propriamente, nem muitas das vezes do sangue, mas sim dos laços que se criam com quem nos cria, nos ama, se preocupa e, jamais nos abandona. Por isso, gosto mais de me referir a este dia como o dia de S. José - também ele um pai atípico, mas um exemplo, tenha lá surgido um dos Seus filhos por obra e graça do Espírito San

Sim, até à data é tudo meu sem retoques

Estava eu a tomar café de manhã com uns colegas e uma colega minha, de há muitos anos começou a olhar fixamente para as minhas mãos...pensei que tivesse gostado particularmente de algum dos meus anéis. Perguntou ela assim:  - Essas unhas são tuas!? Ahahahahah, bem, mesmo que as tivesse pago, eram minhas na mesma, mas percebi a ideia. São, de facto; tenho a agradecer aos meus pais as bonitas mãos com que me presentearam (ao meu pai principalmente). Não que eu use as unhas compridonas, porque nem sequer me dava jeito para fazer nada em casa, mas tenho umas mãos imensas (a tocar piano vou de uma escala à outra sem ter que fazer ginástica) e as unhas, mesmo "curtas" são imensas também. São umas mãos vistosas de facto.

Miminho para a minha princesa

Hoje andou ela por uns lados e eu de shopping. As marcas low cost também têm coisas giras, não tão duráveis como nas que mais invisto, mas adoráveis. E como me apaixonei por este vestido e imaginei-a com ele e aquele maravilhoso cabelo aos caracóis, acabei por lho trazer; bem queria fazer surpresa e disse-lhe que tinha um presentinho - atalhou logo - é um vestido de princesa mamã!?

O Markl é demais....tanta celeuma por causa disto!?

Pois aqui em casa é recorrente falarmos que o cócó é amigo e que quer sair da barriguinha para ir passear pela retrete fora....

É bruxedo

Bru-xe-do! Hoje de manhã, a criança como é hábito após o pequeno almoço vê os desenhos animados enquanto eu me arranjo; mas cadê TV!? A box tinha morrido; estranhei, é nova, mas tudo bem; desliguei tudo voltei a ligar para aí umas 3 vezes; desisti. Coloquei-a num saquinho e à hora de almoço fui à Zon. Se todos os funcionários forem assim, este país não anda para a frente, vejamos; pela primeira vez na vida fui logo atendida mal cheguei (talvez a crise tenha chegado à televisão por cabo e os clientes comecem a escassear); a funcionária foi suoer simpática mas sem analisar o que quer que fosse disse-me logo que a box estava avariada e que me ia substituir por uma nova. Confesso que não acho normal, e é por isso que até nas relações humanos isto está um colapso. Perguntei-lhe se não seria melhor testar, podia ser apenas o cabo de alimentação; lá foi já um bocado revoltada (comecei a dar-lhe um pouco de trabalho), com as suas unhas de gel imensas e lá ligou a dita à televisão e a

IMI

Já tenho cálculo provisório do valor a pagar de IMI - mais esta, visto que o período de isenção já lá vai. Aparecem para já dois valores, o que quer dizer que devo ser daquelas que vai pagar entre os 250€ e os 500€ ou seja, em 2 prestações. Será??? Têm sido gastos sucessivos, my God!
...e a saga com o desfralde nocturno continua. Ontem não correu nada bem, e depois do primeiro xixi, desisti; hoje tinha montes de coisas importantes para fazer, e uma noite de stress era algo de que não precisava. Agora fui pô-la na retrete, correu mais ou menos bem; a cueca estava seca, fez um belo xixi, mas não acordou, o que é mau, porque não tem a noção de que foi à retrete fazer xixi. Mas talvez por já estar na fase seguinte do sono (comecei agora a teorizar sobre isso), quando a vou buscar pela meia-noite a birra é monumental e é essa parte que vou começar a tentar corrigir...não sei é como....ainda!

Maravilhas da Ciência

O meu padrasto tem uma geringonça destas, um pacemaker. E a propósito disso hoje estou numa má disposição que só visto. Aquilo andava a ameaçar que precisava de substituição de pilhas e agora é que foi; vai ser hoje a intervenção. Se por um lado o facto de necessitar de pilhas nos faz acreditar no efeito do aparelho, quer isto dizer que caso ele não estivesse implantado no meu padrasto, ele já não estaria entre nós - e isso é que me está a causar a grande má disposição.

Morreu D. José Policarpo - Portugal - DN

Morreu D. José Policarpo - Portugal - DN Foi o Cardeal que me abençoou literalmente na Benção de Finalistas de 2000 - O Saber ao Serviço da Paz. Como fiz parte do grupo que entregou as oferendas, tive a honra de o cumprimentar e receber uma benção pessoal, tocar-lhe nas mãos e pedir-lhe que orasse pelo meu futuro. Lamento a sua morte.

É uma etapa difícil

E a estas horas ando eu acordada, já não tem conta o que fiz pela minha criança e em casa...por mim própria pouco, não sobra tempo. O desfralde nocturno não é fácil, de todo; comecei no fim de semana, com as noites mais quentes; 2 noites seguidas com 2 camas para mudar, dei um tempo. Hoje voltei a tentar; ela deita-se antes das 21:00h, ou por aí, pelas 22:30h acordei-a e levei-a à retrete; até não correu mal, fez e voltou a pegar no sono sem sobressaltos. Às 00:30h foi terrível; até a pôr na retrete parecia que tudo ia correr bem, fez um grande xixi, começou a barafustar quando fui tirar o Kandoo para limpar o rabiosque e foi cerca de meia hora de birra monumental, daquelas de acordar a vizinhança. Adormeceu finalmente, e acho que para reinício da coisa, esta noite não a volto a acordar; vamos ver quantos xixis temos na fralda-cueca amanhã pela manhã e adequar a próxima noite às necessidades da freguesa; por outro lado...deveria voltar a pô-la na retrete ainda esta noite, lá pe

Pistorius vomita ao ouvir relato de médico legista - Desporto - DN

Pistorius vomita ao ouvir relato de médico legista - Desporto - DN Este é dos tais que cometem crimes brutais (e atenção que um crime não é só um homicídio), mantêm o ar de santos e em pleno tribunal ainda fazem estas figuras - conheço este tipo de personagem, tanto a nível profissional como pessoal - não me comovem, e quanto mais pesadas forem as penas, melhor. A tese dele é completamente absurda!

O desfralde nocturno não está a correr bem

Ando a mentálizá-la há imenso tempo, ela própria acha ser capaz...mas não. Já arrisquei deixá-la apenas com cueca, vejo uma vez e tudo seco, abano-a, pergunto se quer fazer xixi e diz que não, se for preciso meia hpra depois vou lá e está encharcada até à raiz dos cabelos; esta noite foi na minha cama, valha-me Deus. Hoje optei por deixar as cuecas e pôr por cima a fralda-cueca; dei uma horitam fui lá agora e já tinha saído agora; este esfincter está a dar-me cabo da paciência. Uma pessoa a ter que fazer tudo sozinha, sem poder revezar, é complicado...durante a semana torna-se complicado andar a dar banhos e mudar roupas de cama a meio da noite.

Já escreve o nome dela

É o orgulho da mamã esta piolha; andava eu nas lides domésticas e ela no quarto (que é como convém para não andarmos uma em cima da outra) a explorar as suas artes criativas...eis se não quando me chama para ler o nome dela, mas não pensei que já estivesse tão perceptível:

Uma ideia gira

A todas as festas de anos a que a minha filha foi até hoje, traz sempre o saquinho dos doces da praxe; confesso, salvo raras excepções abomino tal oferenda. As pessoas não têm senso para perceber que as gomas do chinês, chupa-chupas e rebuçados de 3ª não fazem bem nenhum, e para darem aquilo como lembrança de uma festa, juro que prefiro que não dêem nada...não é suposto. Simplifiquem, ponham 2 balões, uma barra de Kinder, um frasquinho de bolas de sabão que é baratíssimo, um desenho feito pelo aniversariante, mas sacos com porcarias que só fazem mal...aqui em casa lamentavelmente são confiscados. Hoje, finalmente uma ideia muito gira; os pais da Matilde prepararam para todos os meninos convidados um CD com músicas infantis (daquelas do nosso tempo - tipo Papagaio Loiro, A Barata diz que tem, etc), uma capa alusiva ao tema da festa e aos 4 anos da Matilde e é algo que fica, que os faz recordar, que acrescenta valor, não faz mal à saúde, não põe as mãos peganhentas e afins. Adore

Escravatura e servidão

Acho interessante que a minha diferença de idades de quase 11 anos com a minha irmã, nos torne tão diferentes e com formas de ver a vida tão díspares. E somos diplomadas na mesma ciência, que é o mais engraçado. Mas noto que os 25 anos dela, são totalmente diferentes dos meus. Eu devorava cinema e livros, ela devora apenas livros. Eu interessava-me por questões históricas polémicas, ela vai mais para as matemáticas e biologias. Hoje foi ver com o namorado o filme "12 anos escravo" e veio doente - disse-me que nunca pensou que as coisas fossem assim. Eu, ainda nem 10 anos tinha via filmes em que a escravatura e servidão eram o mote, tratava as cartas de alforria e os capatazes por "tu"; o primeiro a marcar-me foi A Cabana do Pai Tomás e depois vieram outros tantos, a Cor Púrpura, e afins. É chocante não só sabermos que existiu e que as pessoas eram meras mercadorias, mas isso desde os tempos mais ancestrais, faraós incluídos e custa ainda mais saber que e

E ali para os lados da Parede o calorzinho fez-me bem...

Na festa da "Tidi"

E 9 dias depois da avaria

A nossa melhor amiga regressou ao seu lugar; foi um dia de trabalho duro, algumas pessoas à volta que mais parecem cascavéis a chatearem-nos a molécula, lá veio a minha maninha receber os senhores que eu não podia mesmo sair do escritório, testaram-na, agora está a lavar parte do que tem em atraso: Resultado/ ou antes, veredicto:  - Substituição de electrónica/controlo de funcionamento - 200€ Custou um bocadinho mais esta despesa fora do planeado, mas...as máquinas também avariam.
Ui que o mau feitio da minha filha hoje está no auge e eu a ganhar coragem para me ir pôr a esfregar roupa à mão; se eu fosse rica já tinha comprado outra máquina - esta espera já me começa a irritar.

A ansiedade não ajuda em nada

Mas já fez ontem uma semana e nada de máquina de lavar roupa; nem máquina, nem orçamento, nem veredicto, nem roupa lavada...nem nada....que desespero! Na volta a minha filha é que tinha razão e ainda temos é que ir ao "Côquineti" comprar uma nova; ai meu Deus.

E hoje apago 12 velinhas, 12 anos de trabalho na minha 2ª casa

E a aprendizagem continua e o enriquecimento pessoal e profissional também. Obrigada por me darem mais este ano aqui nesta nossa casa multinacional e pluricultural.

E como este ano não me livro das maleitas

Agora estou com isto: Caro que se farta, até fiquei com os olhos em bico; vamos lá ver se ganho defesas de uma vez por todas.
E eu continuo sem máquina de lavar roupa, ainda nem sei qual a avaria em concreto, orçamento....nada....e a casa cheia de roupa de uma criança de 3 anos para lavar. Já estou a hiperventilar!
....e continuo sem máquina de lavar roupa e estou exaurida de todo...a pensar em que orçamento me irão fazer, o que será que ela tem mas, mais grave, montes de roupa para lavar e sem solução à vista. A minha mãe em casa, no seu duplex com um piso de intervalo tem duas, o honey outra...e eu...nenhuma; e insistem na alternativa de levar a roupa para lá, mas convenhamos que com este tempo andar a carregar roupa por lavar e depois lavada para locais que não são propriamente aqui ao lado, me causam algum constrangimento. Isto é que vai uma crise!

Ah...e o senhor responsável por eu existir

Celebra (ou) hoje mais um aniversário; 62, ou 63, por aí. É estranho mas de há uns tempos a esta parte pressinto que já não está entre nós, a minha mãe diz-me que sendo a pessoa que é, se isso tivesse acontecido, teria sido noticiado. Não sei, mas sinto que não está entre nós...posso estar enganada. Se cá está, parabéns para si pai...apesar de tudo é estranho chamar pai a uma pessoa que não considero como tal, e o meu verdadeiro pai (o meu padrasto) ter sido sempre tratado pelo nome próprio - o Zé. É a dualidade entre o sentimento, o afecto, o amor...e o que está escrito, o nosso código genético.

Está numa ansiedade

Para ir à festa de anos da "Tide"; por mais que lhe diga que é só para a semana, ela lá vai perguntando se é já, logo, amanhã, ou agora. E depois aproveita a deixa para também convidar os amigos todos cá para casa, já que este mês e o próximo são prolíferos em festas. Como as meninas adoram as Minnies e afins, fui à Disney e a prendinha da "Tide" já cá está. Dou comigo a ter que gerir a agenda da minha cria, com entradas próprias no smartphone.

Apesar do dia invernoso

Ainda consegui tirar esta magnífica fotografia num recanto da minha amada cidade de Lisboa: