Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2014

O uso do "você"

Sinceramente é algo que me incomoda ouvir as pessoas tratarem um interlocutor utilizando um ostensivo "você". Tratar uma pessoa com deferência e educação, não passa por tratá-la por "você isto, você aquilo"; portanto, Você é estrabaria, tenho dito. Nunca tratei a minha mãe, o meu padrasto, avós, pais, tios, por tu...jamais. Por nada em especial, por uma questão de educação apenas. A minha mãe trata-me por tu, mas muitas vezes, ainda hoje é capaz de me dizer "a menina isto, a menina aquilo". A minha irmã, 10 anos de idade a menos do que eu, já é mais libertina. Resumindo, em termos de família, por tu, só mesmo os primos e os meus tios mais novos, que são mais novos do que eu, e sinceramente vejo-os mais como primos. Mas tão pouco me dirijo às pessoas com um "você quer isto!?", "você acha!?" - mas antes "a Mãe quer isto!?", "a Mãe vem connosco!?" e assim sucessivamente. Portanto quando oiço o Cristiano Ronald
A reunir tudo e mais alguma coisa...as fases de mudança, tomadas de decisão e afins merecem todo o empenho, e nenhuma falha. We will see...mas tolerância...never again. Basta.

O resgate da Naínhas

Há umas semanas, 3 ou 4, não sei precisar, fui buscar a Bébécas ao colégio e faltava qualquer coisa no meu pack. Por norma vem a filha, os netos, adereços e a Naínhas! Mas a Naínhas não estava, a educadora tinha a certeza que a tinha visto lá, eu ainda pus a hipótese da mesma ter ficado em casa (o que é raro, mas acontece muito de quando em vez). Corri tudo lá em casa e de facto a Naínhas não estava; foi o drama, ela tem uma série de pseudo-substitutas, algumas delas que custaram uma verdadeira fortuna, mas de facto há insubstituíveis na nossa vida e a Naínhas é uma delas. Encardida de um modo que a máquina já não faz milagres, rota, cosida, re-cosida e rota, enfim, é o rescaldo de 4 anos sem falhas de simbiose pura para dormir, acordar, mimos, banho, férias e tudo o mais que se possa imaginar, e sempre com o adereço que ela exige, o cheiro da Mãe. Não sei quem teve maior desgosto com o desaparecimento de um dos membros mais queridos da nossa família, se ela, por razões óbvias, s
...febre, dores no corpo todo, nariz completa e totalmente entupido, falta de paciência para tudo e mais alguma coisa, esta maldita alergia que não passa e eu só estou menos mal é mesmo na cama...mas o dever chama-me.
O meu nariz já não aguenta, a fábrica da Renova agradece, mas sinceramente eu estou que nem posso desta maldita alergia que não passa e não me deixa sequer dormir à noite :(

Conselho de Segurança da ONU condena assassínio 'cobarde e odioso' de James Foley - JN

Conselho de Segurança da ONU condena assassínio 'cobarde e odioso' de James Foley - JN Não tenho as palavras certas para comentar esta atrocidade, porque as palavras não seriam as adequadas e não expressariam a raiva que que sinto por ver uma coisa destas, que infelizmente acontece e vai continuar a acontecer. E o carrasco de #$%$# do bandido de carinha tapada; não mostra a cara porquê, filho da mãe fundamentalista da treta! Cobarde, sanguinário e sem escrúpulos. Gente demente esta que se satisfaz a matar inocentes!

Tão bons estes abracinhos

A minha pequena doutora terminou as consultas por hoje

A minha pequena Alfacinha, com um toque de melancia

Muito estival, muito fresca :) ...e lá está o DVD dos ursinhos!
E para aproveitar os 70% de desconto da Prénatal lá fui escolher mais umas coisitas para ela (tamanho 6 anos), um trench coat incluído por cerca de 12€...mas do que ela gostou mesmo foi do DVD dos ursinhos.
...e a moda da espécie de banho à gato no meio da rua parece que pegou. Desde que não se passe daí para necessidades fisiológicas e afins, já estou por tudo!

Sr. Professor Claude Lévi-Strauss, venha lá dar uma aulinha à Bébécas por favor

A inocência delicia-me; mas quando se perde e algumas pessoas se tornam más, é uma tristeza. A minha filha começa a aperceber-se das diferenças de género, raça e etnias, mas, quanto às duas últimas, simplifica tudo de uma forma enternecedora.  - As pessoas mais morenas, sejam mestiças, ou não, são todas castanhas como nós (eu e ela)  - Os asiáticos, são todos senhores/senhoras chinesas  - Os negros...bem, negros mesmo retintos, exclama com alguma estranheza que são "pretos" - lá ando a explicar-lhe que as pessoas são negras, mas ela diz que não e faz a analogia: "Não mamã, aquele senhôle é pêto como as oleilas do Mickey, não vês mamã!?"  - Todos os "pingo de leite", caras pálidas e afins são para ela os "cor da pele". Portanto, para a minha filha, a avó, a tia, o Honey, são "da cor da pele", eu e ela somos castanhas e a vida é tão mais simples assim.

Dizem que é próprio da idade

E eu sei que sim, mas custa-me tanto assistir aqueles rasgos de egoísmo da minha filha; é uma criança de extremos, ora dá tudo, até o que supostamente deveria ser impartilhável, como faz uma birra se vê alguém dar-me um presente e a ela não. Tenho por hábito dar coisas dela a quem também precisa, faço questão que seja ela a dar as coisas, quando vai brincar com os amiguinhos fomento que partilhe os brinquedos, levo mimos para o colégio para ela partilhar com os colegas...e corre bem, corre mesmo. Mas depois tem dias em que o sentimento de posse exacerba, agarra-se às coisas, repete "é meu, é meu" e a minha vontade é tirar-lhe as coisas de uma vez. Bolas, tanta coisa, tanto brinquedo, tanta atenção...enfim, deve ser o síndrome de filho único.

Um fim de semana de calor...vá lá :)

Para aprimorar o seu já vasto vocabulário

A minha filha inclui com veemência e amiúde a exclamação:  - "É mentila" Bem, confesso que a palavra mentira, para além da conotação negativa, é muito forte, e dada a sua tenra idade, é palavra que não aplico nos nossos discursos. Opto por expressões como "não é verdade", ou se ela me está a aldrabar dizer-lhe que está a ser aldrabona e fico-me por aí. Mas a proliferação de contactos sociais dá nisto - qualquer coisa que se fale, sai de lá um sonoro "é mentila!".

Morreu Emídio Rangel [EM ATUALIZAÇÃO] - TV & Media - DN

Morreu Emídio Rangel [EM ATUALIZAÇÃO] - TV & Media - DN Outro; confesso que houve alguns comportamentos deste senhor que me fizeram descair bastante a simpatia que nutria por ele nos primórdios da SIC, mas foi uma pessoa que teve o seu valor e parte novo demais também, com a idade com que a minha avó partiu...estes dias têm sido fatídicos :(

A ultima foto de Robin Williams

A ultima foto de Robin Williams Pode ser a última, ou penúltima, até uma das últimas...mas de facto é desolador ver um comediante, mas que interpretou dramas como ninguém, neste estado, em que se adivinha que muita coisa não está bem. No cidadão comum, não se notam os sinais, as pessoas próximas não querem saber, whatever, mas em casos destes, é triste um desfecho como este. Diz-se que morreu por enforcamento, teria marcas de cortes nos pulsos, a mulher viu-o pela última vez às 22:30h, saiu de casa pelas 10:00h da manhã do dia seguinte pensando que ele estava a dormir noutro quarto...a assistente é que deu com ele naquele estado...enfim, uma sucessão de desgraças, mas que, quando uma pessoa não quer viver, não sobrevive mesmo, por mais que à volta queiram provar o contrário. ...é certo, fazer rir é das tarefas mais difíceis que podem pedir a um actor, e os que o conseguem, fazem-no com mestria. Este ano tem sido triste, mas este desaparecimento deixa-nos de facto mais pobres; r
Vestir uns calções que vestia para jogar ténis aos 16 anos, 20 anos depois e constatar que me servem...não é mau.

Foi o que consegui ver...

A pequena foi visitar o palácio

E foi em South African look, majestosa :) Obrigada Rukita por lhe teres trazido o bubu....ficou linda.

Aliviada

Depois da noite agitada, a perspectiva da criança ter feito um traumatismo craniano está posta de parte; resumindo, a queda da cama, misturada com uma paragem de digestão. Ai o meu coração!
....as crianças pregam-nos cada susto...hoje não foi uma noite muito feliz, mas que houve movimento, lá isso houve. Acho que a única assoalhada em que não houve vomitado foi mesmo na arrecadação!

O arquivo

Infelizmente as pessoas não têm a mínima noção das coisas, nem de quão irresponsáveis poderão ser e os danos que tal pode causar. Tento não faltar com nada à minha filha e trato de lhe provir as necessidades do dia-a-dia; não faço mais do que posso, não caio em exageros, mas há gastos que acabam por ser inalienáveis e essenciais. Tenho um arquivo com tudo o que a ela diz respeito, desde que nasceu, apenas e só por questões judiciais e jamais pela minha relação com ela. E por vezes pergunto-me como é que enquanto mãe estico euros, porque tem sempre que existir alimentação, medicamentos e consultas médicas sem pré-aviso, gastos com educação (e por vezes ter que dizer que não pode ir ao passeio X ou à semana da praia porque tive um gasto de 400€ com o carro e não tenho mais onde ir buscar, ou apareceu o IMI, ou a máquina de lavar se avariou, etc.) e ter que se lidar com criaturas que de humano têm o código genético, porque de resto...acharem que dando o que podem, os seus descendentes

Vem-me à cabeça esta letra...

"Que tal nós 2, numa banheira de espuma" Mas a minha versão é: Que tal nós 2, num dia frio e de chuva!!! Vamos ser muito felizes, vamos mesmo :) Mais um namoro que acabou em casamento!

De volta

Depois de ontem ter passado o dia de cama, sem forças para nada, lá estou eu de regresso ao trabalho; amigdalites e afins em pleno Verão, são bem mais difíceis de suportar do que no tempo frio. Enfim, estou a melhorar aos poucos!

Progressos desfralde nocturno

Pois é, não é segredo que cada criança tem o seu ritmo, e uns desenvolvem umas aptidões mais cedo, e outras atrasam e vice-versa. Com a Bébécas foi o andar sozinha apenas aos 16 meses, justificado pela pediatra pelo facto dela ser muito alta e ter desenvolvido o medo de cair, mas para eu não ter pressa...e assim foi. O desfralde diurno outro tormento, não pelo xixis, que foram contornados com alguma facilidade (apesar de tudo), mas os cócós foram traumáticos, sobretudo para mim. Ganhou medo em fazer cócó no bacio, retinha as fezes, depois ora fazia nas cuecas depois de já não conseguir reter mais, ora estava dias sem fazer e eu a pensar que estava a fazer bem um dia ainda lhe pus um Microlax infantil, mas levei-a à pediatra de seguida que me disse para evitar colocar-lhe o que quer que fosse no rabinho para que ela se habituasse que era uma via de evacuação apenas. Lá lhe receitou um medicamente fantástico, o Movicol, aquilo para os miúdos tem sabor a chocolate, e aos poucos va
O Banco Novo chamar-se Novo Banco ou vice-versa, já nem sei, até que fica engraçado! Toma toma, os outros senhores já não têm um banco com o nome deles, toma toma!

Doente outra vez

Pelas minhas contas ainda não foi há um mês que estive doente, com antibiótico atrás e por aí fora...pois que estou outra vez; febres de 40º, amigdalite, dores no corpo e o dia de ontem todo de cama. Tínhamos prometido à Bebécas uma ida ao cinema, mas tal tornou-se impossível. estou de rastos :(

Ainda não fomos lá, mas tenho pena

De qualquer modo as tias que andam por estes lados trazem sempre estes miminhos que a Bébécas adora. Hello Sydney!!!!

E nos entretantos fui à Chicco

E trouxe-lhe a saia e os corsários, que achei um apetite!

Hoje estou com desejos

E então fui ao supermercado e comprei ginguba  (como se diz na terra da minha mãe) daquela torrada com sal e mel e está a saber-me pela vida. Isto é viciante!