Avançar para o conteúdo principal

Numa semana

em que as atenções estão centradas em:

1 - Nos 2 mil milhões que vamos emprestar aos gregos para saírem da crise (União Europeia à parte, gostava de saber quem é que me ajuda a mim)

2 - A visita do Papa Bento XVI ao nosso paraíso à beira-mar plantado (perdoem-me os demasiado crentes mas não gosto do personagem e não entendo como é que há quem tenha direito a 1 dia e meio de "feriado" quando o dito Sr. se resume a ser equiparado a um chefe de Estado qualquer).
Quer dizer, agora sempre que tivermos a visita de um chefe de Estado vai ser feriado? É assim que pretendem que se saia da crise banindo dias de produção que seriam úteis para a economia nacional??

3 - Na derrota do Benfica face ao F.C.P - não simpatizo com ambas as equipas e sempre defendi o Sul, face ao Norte, mas esta goleada foi bem metida. Os benfiquistas estavam a precisar de refrear um pouco o ego e adiar por uma semana a suada conquista do campeonato.
Como dizem os mais antigos...devagar se vai ao longe...

Mas retomando ao início, numa semana em que imperaram as três notícias que acima enumerei, e não me estando eu a sentir nada em forma, muito pelo contrário porque:

Ando com quebras de tensão
Ando cheia de dores na zona pélvica
Não consigo dormir uma noite em condições pois já não tenho condições físicas que mo permitam
Ando sem vontade de cozinhar, pois só me apetece estar deitada...logo a minha alimentação também se ressente
Faço o quádruplo do esforço nas lides domésticas e confesso que aldrabo um bocado por falta de forças e energia
Pareço um trambolho andante...qual Zé sempre em pé
Deito sangue do nariz todos os dias

E há mais...mas não vou enumerar os pormenores mais sórdidos...

Estou muito feliz, eheh.

Cada vez a sinto mais a interagir comigo.
Já mantemos o nosso diálogo de mãe e filha e acreditem que nos entendemos muito bem e já sabemos até que limite podemos ir uma com a outra
Quando a chamo ela já responde e vice-versa
...mas é muito brutinha esta minha filha, dá cada pontapé mais forte, que deve querer fazer concorrência aos futebolistas actualmente no activo

E é linda, linda, linda...eu sei que é :)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Já começo a sentir o cheiro a férias...

Embora esteja a braços com uma bela gripe de Verão; antes agora, do que daqui a uns dias.

"Quem me Leva os Meus Fantasmas"

Tive oportunidade de ver há dias uma entrevista com o Pedro Abrunhosa (músico de que gosto bastante pela sua atitude e mensagens que passa) em que ele dizia que as suas músicas/letras são o reflexo das suas catarses, de situações que o perturbam, ou que lhe agradam e que ele tem que extrapolar para o exterior. Achei engraçada a analogia, pois com o sentido de humor que lhe é característico refere que é uma maneira de não perder tempo e dinheiro a ir ao Psiquiatra, entretém as pessoas e ainda lhe pagam para isso. O filósodo Lou Marinoff, brilhante também, como forma de evitarmos a cadeira do analista propõe-nos "Mais Platão, Menos Prozac". Concordo com ambos. E aqui deixo uma letra fabulosa de Pedro Abrunhosa, que transmite muitas das certezas e incertezas da minha existência, e foi também a seu tempo a banda sonora de eleição de uma anterior relação por mim vivida. Quem Me Leva os Meus Fantasmas "Aquele era o tempo Em que as mãos se fechavam E nas noites brilhantes

Apropriação

 Costuma ser um terreno simpático e bem cuidado, com relva bem aparada e quando o tempo o permite as crianças brincam até ao limite do dia. Fica em frente a minha casa.  Hoje testemunhei uma apropriação e que imagem mais maravilhosa. O pato Pateco descobriu uma nova casa, e enquanto ali houver água, desconfio que de lá não sairá. Vou investigar e dar-lhe um olá todos os dias. O pato Pateco merece. A beleza na simplicidade…